BERLIM: QUARTO DIA

E chegamos ao último dia em Berlim! Acordamos mais tarde do que nos dias anteriores, afinal não tínhamos compromisso agendado para este dia que começou nublado, chuvoso e gelado!

Tomamos um café da manhã bem demorado em uma padaria perto do hotel e de lá pegamos o metrô até o Helmut Newton Foundation. Este museu também faz parte do Berlim Pass Museum e, por isso, o ingresso já estava pago.

Captura de Tela 2014-12-26 às 13.03.21

Helmut Newton foi um importante fotógrafo conhecido, principalmente, por suas fotos de nu feminino. Nasceu na Alemanha no ano de 1920 mas se naturalizou australiano e no ano de 2004 morreu em um acidente de carro na Califórnia. Fotografou diversos ensaios para as revistas Vogue, Elle, Playboy, entre outras. E foi no mundo da moda que o fotógrafo se consagrou, pois conseguiu transformar o produto comercial em arte. O trabalho de Helmut Newton é repleto de sensualidade, erotismo, polêmica e alta carga emocional.

O acervo do museu não é muito grande e em menos de uma hora é possível ver todas as fotografias expostas. Eu não conhecia muito o trabalho do Helmut Newton e gostei muito do que vi no museu. Para quem é apaixonado por fotografia (meu caso!) e / ou por moda é uma visita imperdível!

Helmut NewtonSaímos do museu e seguimos a pé, sem rumo. Em determinado momento começou uma chuva forte e entramos na KaDeWe (Kaufhaus des Westens, em alemão ou Loja de Departamentos do Ocidente, em português), a segunda maior loja de departamentos da Europa. São 07 andares com opções de maquiagem, cosméticos, bolsas, relógios, artigos para casa, comida, papelaria e muitos outros itens. O edifício é belíssimo por fora e por dentro e vale a visita, mesmo que você saia de lá de mãos vazias (nosso caso!). Assim que a chuva deu uma trégua fomos embora e almoçamos uma pizza em um restaurante de comida italiana nas proximidades da loja.

Seguimos andando pela avenida Kurfürstendamm, conhecida como Kudamm, uma das principais avenidas da cidade. Há várias lojas por lá e uma opção boa para comprar itens de maquiagem e higiene pessoal é a drogaria Rossmann. É nesta avenida que está localizada a Igreja Kaiser-Wilhelm-Gedächtniskirche, conhecida como Gedächtniskirche:

IMG_5689

Pela foto acima é possível ver o que restou da torre da Igreja após o incêndio causado por bombardeios durante a II Guerra Mundial que praticamente destruíram a edificação. Além de parte da torre, somente uma porção do salão de entrada permaneceu após os ataques. Após a guerra, decidiu-se pela construção de uma nova igreja e integrá-la ao que restou da antiga para que as pessoas não se esqueçam de como uma guerra pode ser devastadora.

Visitamos a parte que restou da antiga Igreja e vimos os belíssimos mosaicos:

IMG_5686 IMG_5687

E na nova Igreja visitamos o belo altar rodeado de vitrais azuis:

IMG_5688

Saímos da Igreja, pegamos o metrô e descemos na estação Warschauer Str. De lá seguimos a pé e atravessamos a Oberbaumbrücke, ponte sobre o rio Spree e de onde se tem uma bela vista:

DSC_0361_2

E após atravessar a ponte fomos ver de perto uma parte que restou do Muro de Berlim e que possui pinturas de 106 artistas de várias partes do mundo. O local é conhecido como East Side Gallery, uma galeria de arte a céu aberto localizada no lado oriental da cidade. As pinturas retratam os acontecimentos políticos relacionados ao Muro de Berlim e estão localizadas no lado oriental da cidade (por isto o nome East Side Gallery):

DSC_0359_2

IMG_5710

IMG_720701

02

Além das pinturas também é possível ver como o Muro de Berlim foi construído: eram dois muros paralelos e no meio um espaço vazio que era conhecido como “Faixa da Morte”. Nesta faixa havia diversos obstáculos para impedir qualquer pessoa de fugir e atravessar para o outro lado do muro onde havia uma segunda barreira com um reforçado esquema de segurança. Desta forma, pular o muro de um lado para o outro da cidade era praticamente impossível:

IMG_5708

Após percorrer uma parte dos 1360m da galeria pegamos o metrô e seguimos para a Potsdamer Platz, uma praça com vários prédios modernos, lojas e opções de entretenimento. Fomos para o shopping Potsdamer Platz Arkaden, pois precisava comprar um relógio para a minha mãe na Swatch. Aproveitei para comprar presentes na Kiko (loja de maquiagem com preços ótimos e produtos idem) e também para dar uma olhada nas lojas (Zara, H&M, Mango, The Body Shop). Tomamos um café e um sorvete na praça de alimentação e seguimos para o Sony Center, um complexo composto por escritórios, restaurantes, cinema, lojas, centro de conferências, flat e quartos de hotel. No vão central do complexo há uma estrutura metálica coberta por vidro e painéis que recebem luzes coloridas à noite que deixam o local ainda mais bonito e atraente:

IMG_5717 IMG_5718

Já passavam das 22h, as lojas já estavam fechadas e não havia muita gente por lá. Fazia frio e decidimos voltar para o hotel, pois ainda precisávamos terminar de arrumar as malas.

IMG_5723

No dia seguinte (sábado) saímos do hotel às 5:30h e partimos para a Estação Central de Berlim e pegamos o trem com destino a Frankfurt, onde ainda dormimos uma noite. E no domingo foi hora de dizer adeus à Alemanha e voltar para o Brasil. Auf wiedersehen!

IMG_5727

Anúncios
1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: