CHICAGO: QUINTO DIA

E chegou ao fim mais uma viagem incrível! Nosso último dia em Chicago foi um domingo ensolarado e de céu azul, com temperatura mais alta do que nos dois dias anteriores. Tudo isto só para ficar com mais vontade de continuar por lá! Fizemos o check out no hotel e deixamos as malas guardadas na recepção. Fomos tomar café em uma padaria em frente ao Millenium Park, a Panera Bread. No meu há vários tipos de pães, iogurte, sanduíches etc. Pedi o trio café espresso + croissant + yogurt parfait e ainda levei um muffin para comer no caminho. Não precisei me preocupar com comida pelas próximas 5 horas!

Panera BeradEra Dia das Mães e mesmo assim a região do Millenium Park estava cheia. Seguimos pelo parque e atravessamos a ponte até o museu the Art Institute of Chicago, que é o segundo maior museu dos E.U.A. (perde somente para o MET de NY) e possui exemplares de arte americana, européia, asiática e também arte moderna e contemporânea. Possui também uma notável coleção de arte impressionista e mais de 260.000 obras.

The Art Institute ChicagoCompramos o ingresso na bilheteria do museu e a fila estava pequena. Era o último dia da exposição temporária “Picasso & Chicago” e decidimos começar a visita ao museu por esta imperdível exposição. Coincidência ou não, há exatos 100 anos era exibida neste mesmo museu a primeira obra de Pablo Picasso em território norte americano. O curioso é que o artista nunca esteve em Chicago, muito menos nos E.U.A.

The Art Institute

DSC_0975Valeu a pena enfrentar quase 40 minutos de fila para ver a exposição com mais de 250 trabalhos do grande artista espanhol. Vimos de perto esculturas, pinturas, desenhos, cerâmicas e trabalhos em papel feitos por Pablo Picasso:

DSC_0998 DSC_0993 DSC_0989

Pablo Picasso

O grande destaque da exposição é o material com os estudos que Picasso fez para a escultura “The Chicago Picasso”, que está localizada na Daley Plaza, em Chicago (mostrei a foto desta escultura no post sobre o primeiro dia na cidade).

Chicago Picasso

A escultura foi instalada no ano de 1967 (imagem do dia da inauguração ao fundo da foto acima) e Picasso nunca explicou o que ela representa. Quando vi a escultura pela primeira vez, pensei que se tratava da cara de um macaco e muitos realmente acreditam que seja este o significado da escultura. Porém, quando vi a foto do Picasso fazendo um croqui do trabalho, já concluí que são duas metades de um rosto em perfil (alguns dizem que é um busto de uma mulher):

DSC_0974

Abaixo dá para ver alguns estudos que Picasso fez para a escultura:

DSC_0001_2

DSC_0002_2DSC_0003_2DSC_0004_2

DSC_0005_2

Adoramos a exposição, com uma riqueza de detalhes e obras de Pablo Picasso, que é um dos meus artistas favoritos!

Depois continuamos o passeio pelo museu para conhecer seu diversificado acervo de arte. Gostei muito da área destinada à arquitetura e Design, onde estão expostos vários elementos decorativos (gradis, vitrais, ornamentos etc) e alguns deles faziam parte de residências projetadas por Frank Lloyd Wright.

Arquitetura e Design

A visita ao museu rendeu boas horas de cultura e saímos de lá por volta das 14h. Nosso vôo sairia às 21:30h e ainda restava tempo para bater perna. Seguimos a pé e fomos até o Lurie Garden,  um jardim público de 10.000m2 de área localizado em frente à nova entrada do museu. O Lurie Garden foi projetado por  Kathryn Gustafson (também projetou o memorial à Princesa Diana, em Londres), Piet Oudolf, e Robert Israel e 60% das plantas são espécies nativas do estado de Illinois. Em todas as quatro estações do ano os visitantes encontram espécies de plantas no jardim. Um ótimo lugar para descansar, contemplar a natureza e apreciar a vista do skyline de Chicago.

Lurie Garden

 Após passar um tempo no jardim, seguimos para o Millenium Park e de lá fomos para a Target (tem preço melhor do que as farmácias e muita opção de cosméticos) comprar alguns itens de maquiagem que não havia encontrado. Aproveitamos para comer no Pret a Manger e fazer uma hora antes de ir pro aeroporto. Logo que saímos de lá passamos em frente à loja da Garrett Popcorn, a pipoca mais famosa de Chicago e que já tem loja no Aeroporto de Guarulhos, e não resisti ao cheiro maravilhoso. Comprei um pacote pequeno da pipoca com pedaços de chocolate amargo e castanhas, simplesmente deliciosa!

Garrett Popcorn

Fonte da imagem: http://www.garrettpopcorn.com/

Voltamos para o hotel, trocamos de roupa e pegamos nossas malas. Fomos para o aeroporto de metrô e em pouco mais de 1h chegamos no Chicago-Ohare International Airport.  A fila para o Raio-X estava enorme e demoramos quase 1h até portão de embarque. Como este aeroporto é um dos mais movimentados do mundo, o número de passageiros é muito alto e, por isso, as filas são inevitáveis. Para quem vai decolar deste aeroporto, o ideal é chegar com bastante antecedência para não perder o vôo.

DSC_0064_2

 Despedindo do hotel e da estadia incrível que tivemos por lá!

Nossa viagem foi incrível e Chicago foi uma agradável surpresa. Não vejo a hora de voltar!

Anúncios
1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: