CHICAGO

Chicago nunca esteve no topo da minha lista de viagens, mas quando decidimos que nossas férias de 2013 seriam nos E.U.A. incluímos a cidade em nosso roteiro e à medida que fui pesquisando dicas na internet, fui me apaixonando cada vez mais por ela. Minhas referências sempre foram as cenas do clássico da Sessão da tarde “Curtindo a vida adoidado” (é impossível não lembrar da cena dos três amigos matando aula na Sears Tower – clique aqui para relembrar) que se passa na cidade e, claro, o fato de Chicago ser uma referência em termos de arquitetura. Foi lá que surgiu o estilo arquitetônico Escola de Chicago e vários dos melhores arquitetos do mundo (nomes como Frank Lloyd Wright, John Sullivan e Ludwig Mies van der Rohe) projetaram edifícios na cidade.

DSC_0658

A terceira cidade mais populosa dos E.U.A. sofreu um grande incêndio no verão do ano de 1871 que matou centenas de pessoas, deixou mais de 90 mil desabrigados e causou um enorme prejuízo financeiro. Reza a lenda que o fogo começou em um estábulo de uma fazenda quando uma vaca esbarrou em um lampião que ao cair no chão quebrou-se e espalhou as chamas. O incêndio tomou conta da cidade rapidamente devido à combinação do tempo extremamente seco (não chovia há meses), ventos e pelo fato de que a maioria dos prédios, casas e até mesmo ruas da cidade eram feitos de madeira.

Após o trágico incêndio a cidade foi logo reconstruída e foi nesta época que grandes arquitetos projetaram diversos edifícios e também criaram um plano urbanístico para a cidade. Já no ano de 1890 Chicago era a segunda maior cidade dos E.U.A. perdendo somente para Nova Iorque. No ano de 1893 a cidade foi sede da Exposição Mundial e ,de acordo com o guia que nos acompanhou no primeiro dia, foi nesta época que surgiu o apelido de Cidade dos Ventos (The windy city, em inglês). Ao contrário do que o apelido sugere (e do que eu sempre pensei) lá não venta tanto assim. Na época da Exposição Mundial Chicago era a cidade que estava sob todos os holofotes e o fato de ter sido reconstruída após o grande incêndio acabou atraindo a curiosidade e atenção de muita gente. Desta forma, todos comentavam sobre a cidade e como estava evoluindo. E foi aí que surgiu o apelido: ao falar sobre a cidade acabou criando-se um burburinho entre as pessoas e o barulho da conversa acabou sendo remetido ao barulho do vento. Um barulho parecido com o do vento: ssssshhhhh.

DSC_0623

Foram 05 dias inteiros em Chicago e fui embora completamente apaixonada! Confesso que Chicago chegou bem próximo do lugar que N.Y. ocupa no meu coração, pois é uma cidade grande mas bem mais limpa e organizada do que N.Y. Conseguimos ver as principais atrações turísticas com bastante calma e mesmo assim ainda não conseguimos visitar alguns lugares (Robie House e  Illinois Institute of Technology). Mas o lado bom bom é que sempre teremos algum motivo para voltar!

01

Para montar o roteiro na cidade pesquisei várias dicas na internet, mas foquei a pesquisa em três sites que foram muito úteis: o blog Sunday Cooks (clique aqui para ver todas as dicas de Chicago), que reúne ótimas dicas e relatos de viagem de várias partes do mundo, o Trip Advisor (peguei várias dicas de restaurantes) e o Viaje na Viagem (adoro ler sobre as experiências de quem já visitou os lugares sobre os quais pesquiso). Prefiro pesquisar dicas na internet, pois além de ser mais prático do que os guias impressos, é possível montar um roteiro mais personalizado e evitar cair em roubadas turísticas.

02

Captura de Tela 2014-06-01 às 23.59.52

Fonte da Imagemhttp://www3.hilton.com/en/hotels/illinois/palmer-house-a-hilton-hotel-CHIPHHH/index.html

O achado de todas as nossas viagens foi este hotel em Chicago, The Palmer House Hilton que pertence à rede de hotéis Hilton. Assim como o hotel de São Francisco, dei um lance no Priceline e consegui a bagatela de US$155,00 pela diária. Lembrando que o dólar estava a R$2,00 na época em que viajamos, ou seja, pouco mais de R$300,00 para ficar em um hotel 04 estrelas, com localização excelente (fica na região do Loop) e padrão de qualidade Hilton. Ficamos hospedados em um quarto enorme, com 02 camas de casal, 02 banheiros e 02 guarda-roupas (parecido com o quarto da foto acima, porém com 02 camas). No térreo do hotel há várias lojas (é uma espécie de galeria comercial) e um StarCRAPPYbuck’s. O interior do hotel é lindo e o lobby é maravilhoso:

DSC_0947

DSC_0949DSC_0946 2

DSC_0062_2

 01

Nosso principal meio de transporte em Chicago foram nossas pernas ou como dizemos lá em MG: “viação canelinha”! Nosso hotel era na área do Loop, região bem central da cidade e próximo aos principais pontos turísticos da cidade. Andamos de ônibus em um dia que já estávamos cansadíssimos e a impressão foi muito boa: ônibus limpo, confortável e relativamente vazio. Alugamos carro por um dia para ir a uma cidade vizinha e a estrada era boa mas com trânsito bem intenso.

Utilizamos o metrô somente para ir e voltar do aeroporto, mas para quem se hospedar em uma região mais distante do centro o metrô é uma excelente opção de transporte, pois possui 08 linhas com um total de 179 estações e é o segundo maior sistema metropolitano (em extensão) dos E.U.A. Os trens são velhos mas nada que atrapalhe a viagem. Chegamos em Chicago por volta das 23:30h e já não havia mais ônibus para o centro da cidade. Resolvemos pegar o metrô e aí foi um pouco assustador, pois só havia eu e o Du na plataforma. Em todos os vagões havia mendigos/sem teto que aproveitam o transporte para dormir. Sentamos com nossas malas e confesso que fiquei muito apreensiva. À medida que o metrô parava nas estações entravam mais passageiros, aí fiquei mais aliviada. Saímos da estação por volta de 1h da madrugada! A rua estava deserta e ainda bem que caminhamos poucos metros até chegar no hotel!

 

Anúncios
3 comentários
    • Oi Tata!
      Que bom que gostou do layout! Ainda estou em fase de mudanças, com várias ideias no rascunho. Logo colocarei tudo em prática!
      bjss

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: