SALVADOR

Na quinta-feira da semana atrasada eu e o Du fomos para Salvador para o casamento de um amigo dele. A comemoração foi no sábado e aí aproveitamos para ir antes e conhecer um pouco da cidade que eu ainda não conhecia. Nosso vôo, que já era tarde, sofreu um atraso e chegamos na cidade por volta de 1h da manhã. Ficamos hospedados na casa de uma prima dele (tks Ká!!) em um bairro super agradável e bem localizado.

01

Nesta época do ano geralmente chove bastante em Salvador, o que só descobri quando lá chegamos (a previsão do tempo indicava chuva para todos os dias, mas ignorei completamente!!). Aí adiamos os planos de praia ou city tour neste dia e fomos para a região de Itapuã com uma amigona nossa que estava em um hotel bem próximo de nós. A turma de amigos e familiares dos noivos estava reunida no restaurante Ki-Mukeka e pegamos um táxi para lá.

Em frente ao restaurante tem uma praia bem bonita, mas por causa da chuva nem cheguei perto da areia! Cenário ideal para beber cerveja (apesar da chuva estava bem quente e abafado) e comer moqueca, prato que é o carro chefe do local (o nome já indica, né?!). A comida é uma delícia, bem leve e tempero na medida certa. Comemos uma moqueca de camarão deliciosa, super recomendo! Ficamos bebendo e bebendo e bebendo… Por fim éramos 17 pessoas e saímos do restaurante às 17h!!

De lá pegamos um táxi e fomos para o Bar Dona Eva, que fica bem próximo do Ki-Mukeka. Em Salvador tem que ficar atento com os taxistas, pois um deles queria cobrar um valor fechado por pessoa para levar até o bar. Provavelmente viu que estávamos em uma turma grande e quis abusar nos valores… Sei que isto não é exclusividade de Salvador ou do Brasil e que acontece no mundo inteiro, então tem que ficar de olho.

Em pouco minutos chegamos no Bar Dona Eva para a segunda rodada gastronômica do dia! O bar é bem simples e pelo que entendi é uma casa adaptada (as mesas ficam no quintal). Quando chegamos estava bem vazio e depois encheu. Pedimos vários pratos e estavam todos deliciosos! A garçonete Vivi nos atendeu super bem e disse que um dos pratos que pedimos estava no cardápio do Comida di Buteco deste ano (o bar foi o campeão da edição de 2013). Ficamos no Dona Eva até 1h da manhã! Dia puxado (rs), só na comilança e bebedeira!! Curtimos bastante e foi ótimo!

Sábado foi dia de fazer um city-tour por Salvador e curar a ressaca da noite anterior! e conhecer um pouco da capital baiana. Saímos por volta das 10:30h com a prima do Du de guia e também na companhia de nossa amiga que estava hospedada lá perto.

DIA 02

Fomos direto para a Igreja de Nosso Senhor do Bonfim, onde se encontram milhares das famosas fitinhas de Senhor do Bonfim que a maioria das pessoas já amarrou no punho ao menos uma vez na vida. Chegamos ao fim da missa e pude sentir como a fé e religiosidade do baiano é realmente muito forte e presente. De quebra ainda conhecemos o belíssimo interior da igreja  e recebemos a benção do padre, que por sinal era muito simpático.

IMG_5795

No gradil da Igreja estão amarradas milhares de fitinhas de Senhor do Bonfim, uma versão brasileira dos cadeados nas pontes européias. Em frente a igreja há vários ambulantes vendendo as fitinhas, aliás eles se aproximam e oferecem como cortesia e quando você sai da igreja eles cobram em torno de R$2,00 pelo “presente”. Com esta quantia dá para comprar 20 unidades na loja ao lado da igreja! Portanto, tem que ficar atento e não aceitar os supostos presentes, basta dizer que já tem a sua e eles não insistem.

IMG_5798

Da Igreja fomos para o Forte de Monte Serrat, que de acordo com a prima do Du é o lugar ideal para assistir ao pôr do sol. Uma pena que não teríamos oportunidade de voltar no fim do dia para apreciar o espetáculo e eu como uma apaixonada pelo pôr do sol me contentei com a vista de um dia nublado. A vista lá de cima é muito linda mesmo, imagino que em um dia ensolarado seja magnífica! Aproveitamos para tomar uma água de côco que foi perfeita para zerar nossa ressaca!

IMG_5806

Saindo do forte seguimos para o Mercado Modelo, onde estacionamos o carro. E nesta hora tem que ter uma paciência enorme com os flanelinhas, pois eles pedem R$10,00 adiantado para olhar o carro! Andamos pelo mercado que tem várias barraquinhas de artesanato local, muita coisa bonita mas no geral os produtos são praticamente os mesmos em todas as barracas, principalmente os quadros com pinturas de Salvador. Demos uma volta por todo o mercado e de lá fomos para o Elevador Lacerda, que fica do outro lado da rua.

O Elevador Lacerda liga a cidade alta à cidade baixa e é o elevador urbano mais antigo do mundo, inaugurado em 1873. É cobrado o valor de R$0,15 por pessoa para subir e a mesma quantia para descer. Na hora em que estávamos lá até comentamos que o valor cobrado é muito baixo por se tratar de uma atração turística na cidade. Mas a verdade é que o elevador é utilizado diariamente por trabalhadores e muitos moradores da cidade que o utilizam para subir e descer inúmeras vezes. Aí entendi que não seria justo cobrar uma valor alto para pessoas que o utilizam diariamente. Neste caso o elevador virou atração turística como consequência.

A vista lá de cima é belíssima e dá para ter uma bela visão da Baía de-todos-os Santos:

IMG_5853

IMG_5848

De lá seguimos pela região do Pelourinho, subimos e descemos pelas ruas com casarões coloridos e passamos em frente à Casa do Jorge Amado. O Pelourinho é um local bem peculiar, só estando ali para sentir a energia do local.

04

Nosso destino foi o restaurante do Senac onde almoçamos uma comida maravilhosa. O restaurante está sempre cheio e todos os funcionários são alunos do Senac. O serviço é tipo Buffet e é cobrado o valor de R$47,00 por pessoa e pode-se comer à vontade. No cardápio há todo tipo de comida baiana mas com tempero bem suave, uma delícia! Tinha todo tipo de moqueca e a mais saborosa de todas foi a de Polvo, me dá água na boca só de lembrar. Experimentei um pouco de cada coisa e quase saí de lá rolando!! Ah, e a sobremesa também está inclusa neste valor, ou seja, vá preparado e com muita fome para poder de tudo um pouco!

IMG_5820

Saímos do restaurante e fomos para a Igreja e convento de São Francisco, localizados bem no coração do Pelourinho. As construções dos séculos XVII e XVIII são tombadas pelo Iphan e classificadas como uma das Sete Maravilhas de Origem Portuguesa do Mundo (via Wikpedia). No geral os monumentos históricos da cidade estão muito mal conservados e, infelizmente, a Igreja e o Convento de São Francisco não ficam de fora da lista.

IMG_5822

Pagamos uma taxa no valor de R$5,00 que é uma mixaria em comparação ao valor que pagamos para entrar em algumas igrejas fora do país. De fora não dá para imaginar o tesouro que está escondido no interior da edificação! Iniciamos a visita pelo pátio do Convento com seus belíssimos azulejos portugueses. A visita não é guiada, mas tem um funcionário que trabalha lá há anos como guia e conhece toda a história da Igreja e do Covento, onde vivem atualmente 16 monges. Pedimos para ele nos contar um pouco sobre a história do local e valeu muito a pena.

No pátio do convento, que me lembrou o Mosteiro dos Jerónimos em Lisboa,  há vários painéis em azulejo português com cenas moralistas. É uma pena ver os azulejos em um estado de conservação tão precário.

IMG_5829 IMG_5830IMG_5843

Quando entrei na igreja fiquei perplexa diante de tanta beleza em estilo barroco (mesmo conhecendo várias igrejas mineiras belíssimas), riqueza de detalhes e ouro, muito ouro:

IMG_5834 IMG_5836IMG_5841 IMG_5840

Nossa visita foi bem rápida, afinal ainda teríamos o casamento para ir à noite. Para quem for a Salvador é um programa imperdível e vale reservar pelo menos 1h e meia para conhecer com calma e ouvir atentamente as explicações do guia. Ah, e não deixe de ver os efeitos que a pintura do teto no saguão de entrada proporcionam, vale a pena!

Nossa passagem por Salvador foi bem curta, mas certamente voltaremos com mais calma para conhecer mais a cidade e também as praias belíssimas das ilhas da região!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: