LOS ANGELES: QUARTO DIA

01 22

 

09

O último dia em Los Angeles começou no Farmers Market onde fomos tomar café da manhã. Em seguida voltamos ao hotel para fazer o check out e aproveitamos para deixar nossas malas na recepção para termos o resto do dia livre para passear. Agendamos o transfer para o aeroporto com uma empresa indicada pela recepcionista do hotel e marcamos a ida para às 17h.

Neste dia havíamos programado uma visita ao Getty Center que é um complexo cultural composto por cinco edifícios (museu, empreendimento cultural, instituto de pesquisas, instituto de conservação e instituto de lideranças) cujo projeto arquitetônico é de autoria do arquiteto Richard Meier. O complexo está localizado no bairro de Brentwood em um terreno bem alto e a construção é de tirar o fôlego (veja fotos aqui).

Eu estava super empolgada mas o Du não queria ir de forma alguma, afinal teríamos que pegar 03 ônibus para chegar até lá! Simplesmente ignorei todo perrengue que passamos para ir ao Six Flags e fiquei pensando no quanto seria maravilhoso visitar o Getty Center! Pegamos o primeiro ônibus em frente ao hotel e descemos no ponto do Walt Disney Concert Hall, que estava na lista de lugares que queria conhecer em LA. Estava nos planos passar por lá e ver esta obra arquitetônica de perto e depois continuaríamos o lerê  percurso.

Logo que entramos no hall de entrada havia alguns visitantes e uma recepcionista distribuindo áudio guias. Na hora pensei que poderia haver visitas guiadas por lá, mas imaginei que seria para grupos fechados e que tivessem agendado com muita antecedência. Resolvi perguntar para a recepcionista e ela nos disse que poderíamos fazer a visita guiada com o áudio guia (self-guided audio tour) ou esperar pela visita guiada em grupo às 12h. E ambas as visitas são gratuitas! Tivemos muita sorte, afinal as visitas acontecem somente aos domingos, quintas, sextas e sábados e sempre às 12h e 13h. Digo que foi sorte porque só poderíamos visitar o local entre segunda e quinta-feira, ou seja, só teríamos uma chance de fazer a visita guiada e ainda chegamos lá por volta das 11:30h e não esperamos muito pelo passeio! (Neste link dá para consultar os dias e horários disponíveis para visitas)

IMG_3078

Escrevemos nosso nome na lista de visitantes e fomos passar o tempo na livraria/loja do local, que tem um acervo bem interessante e opções variadas de presentes. Às 12h nos juntamos ao restante do grupo e iniciamos a visita. Nosso guia era um senhor muito simpático (não me lembro no nome dele!) e estiloso! Veja na foto abaixo (ele está de blazer vermelho):

IMG_2945

No início da visita o guia nos contou um pouco da história do local: O Walt Disney Concert Hall foi projetado pelo arquiteto canadense Frank Gehry e é o quarto integrante do Los Angeles Music Center. Foi inaugurado em outubro de 2003 (foram 11 anos entre de obra!) e é também a sede da Orquestra Filarmônica e do Coral Master de Los Angeles.

O edifício foi construído com o dinheiro de doações: Lilian Disney, esposa do Walt Disney, ofereceu a quantia inicial de US$50 milhões e posteriormente foram arrecadados milhões de dólares em doações particulares, a família do Walt Disney ofereceu outros US$84,5 milhões e mais US$25 milhões doados pelas Walt Disney Company. No total, a obra custou aproximadamente US$ 274 milhões (somente o estacionamento subterrâneo consumiu US$ 110 milhões do orçamento).

Logo de cara o Walt Disney Concert Hall me lembrou o Museu Guggenheim Bilbao localizado na Espanha e também projetado por Frank Gehry. (veja imagens aqui) O guia nos contou que o Museu espanhol foi projetado posteriormente ao Walt Disney Concert Hall, porém sua obra foi finalizada anteriormente. Ele nos disse também que devido às semelhanças nos projetos, foi possível evitar alguns erros de construção no Walt Disney Concert Hall que foram cometidos na construção do Museu de Bilbao.

IMG_3626

Na imagem abaixo dá para ver o nome escrito de forma bem sutil na fachada principal e que é iluminado à noite:

IMG_2907

O interior do edifício é tão interessante quanto o exterior:

IMG_2924

IMG_2908 IMG_2909

IMG_3636

Tem até teto em formato de peixe:

IMG_2937

Os nomes dos doadores estão espalhados por todo o edifício. O guia nos disse que para cada área onde os nomes estão escritos há um valor mínimo que foi doado. Infelizmente não anotei na época e como já faz quase um ano que visitei o local, simplesmente me esqueci quais eram os valores! Sei que nesta parede estão os nomes que contribuíram com os valores mais altos (o tamanho da fonte é proporcional à quantia doada):

IMG_2927Nesta outra parede estão os nomes de outros doadores:

IMG_2931

E Frank Gehry pensou em todos os detalhes: observe que à medida que percorremos a parede os nomes não ficam visíveis, dependendo da incidência de luz. Criou um efeito bem sutil em toda a parede:

IMG_2934

O tour geralmente inclui a visita à sala de concertos, porém neste dia havia um ensaio na sala e infelizmente não pudemos visitá-la. Após percorrer todo o interior do edifício e conhecer mais sobre sua história, fomos para a parte externa onde há árvores lindas:

IMG_2948IMG_2939IMG_2962

Encontramos outros nomes de doadores, desta vez aplicados em placas de mármore travertino no piso:

IMG_2950E é nesta área que também está a flor revestida em cerâmica criada para homenagear Lillian Disney:

IMG_3643 IMG_2954 IMG_2958

Recentemente assisti ao filme “Ela” (filme ótimo e com uma fotografia belíssima, recomendo!) e reconheci algumas cenas feitas no Walt Disney Music Hall, inclusive uma delas exatamente em frente à esta flor.

O tour terminou após quase 40 minutos e o guia nos deu a opção de continuar o passeio pelo Music Center e a maioria do integrantes do grupo concordou, inclusive eu e o Du.

O Music Center é um dos maiores centros de artes cênicas dos EUA e é composto por 04 edifícios: Dorothy Chandler Pavilion, Ahmanson Theater, Mark Taper Forum and Walt Disney Concert Hall. Não é permitido fotografar no interior dos teatros, então vou mostrar um pouco da área externa:

IMG_2985 IMG_3020 IMG_2973 IMG_2974 IMG_2981

Foi muito interessante conhecer o interior de uns dos grandes teatros norte americanos, os quais já serviram de palco para várias peças teatrais famosas.

Após o passeio andamos pela região para conhecer um pouco mais a área de Downtown Los Angeles, o único lugar onde vimos vários arranha-céus:

01É também em Downtown que está o prédio da Prefeitura (edifício ao fundo na foto abaixo):

IMG_2990

IMG_2996

Por ali há uma área super agradável, com mesas e cadeiras e uma fonte onde as crianças se esbaldam nas brincadeiras:

IMG_3005IMG_3006IMG_3660

Após o passeio pegamos o ônibus e paramos em um restaurante a poucas quadras do hotel. Nas minhas anotações sobre Los Angeles havia a indicação de uma taqueria: La Otra Taqueria Escuela. A esta altura estávamos famintos e decidimos parar para almoçar.

02

O lugar é bem diferente com uma decoração bem despojada. Na foto acima dá para ver que no teto há várias fôrmas de madeira para fazer sapatos. Eles têm o esquema de BYOB (bring your own bottle) no qual cada cliente paga uma taxa de, se não me engano, US$5,00 e pode levar a garrafa de bebida que quiser beber. Apesar da ambientação divertida, não gostei da comida. Os tacos são bem pequenos e bem sem graça. E o preço não foi nada animador: cerca de US$7,00 para cada taco.  Mas pelo menos matamos a fome!

De lá seguimos para o hotel, pegamos as malas e pegamos a van para o aeroporto. No fim do dia embarcamos rumo à São Francisco, tema dos próximos posts!

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: