CAPADÓCIA: O INESQUECÍVEL VÔO DE BALÃO

Como disse no post anterior, fomos para a Capadócia no final do dia e o vôo durou menos de uma hora. Descemos no aeroporto da cidade de Kayseri, localizada a aproximadamente 80 quilômetros de Uçhisar, onde ficaríamos hospedados.

Quando estava planejando esta viagem, li em algum site que havia um ônibus que saía do aeroporto de Kayseri e ia até Nevşehir (que fica a 7km de Uçhisar). Porém, não havia site algum da empresa de ônibus e deixamos para resolver esta questão quando chegássemos por lá. E foi no balcão de informações turísticas que descobrimos que o tal ônibus existia, porém o próximo horário de saída seria somente no dia seguinte. Resolvemos alugar um carro ali mesmo (com certeza, pagamos um preço bem alto por não ter feito reserva) e partirmos rumo a pequena Uçhisar. Mas inda bem que alugamos o carro e, assim, foi possível nos deslocarmos para as cidades vizinhas sem problemas.

E após quase 02 horas de estrada chegamos no nosso hotel. Arrumamos nossas malas, tomamos banho e fomos dormir, afinal já eram 22h e teríamos que acordar de madrugada para nosso vôo de balão!

E às 4:30h o despertador tocou. Quando estou de férias este é o único som que não quero ouvir, muito menos em plena madrugada! Parecia um pesadelo ter que acordar tão cedo, mas neste caso foi apenas o início de um lindo sonho!

O motorista da van da Goreme Balloons nos buscou às 4:50h e passamos em outro hotel para pegar outros integrantes do passeio. Fizemos a reserva do passeio pela internet e o pagamento foi feito lá na hora com cartão de crédito. Após o pagamento cada passageiro recebe um crachá com o nome do grupo que irá voar. Na sequência os funcionários das empresas chamam os passageiros e organizam os grupos.

Posso dizer que demos muita sorte, pois nos dias anteriores não havia condições para vôo e aquele era o segundo dia de muitos que não havia vôo. Todos indicam fazer o passeio de balão no primeiro dia, pois se não houver condições meteorológicas adequadas é possível voar no dia seguinte e não perder esta oportunidade única.

Quando saímos do hotel o sol ainda não havia aparecido e era possível ver as luzes das casas e hotéis se acendendo:

DSCN2265

A van parou em um terreno plano e deserto, de onde partem os balões e também onde os grupos de passageiros de cada empresa se reúnem. É oferecido chá e café para espantar o frio e biscoitinhos para matar a fome. E havia uma fogueira para que todos pudessem se aquecer ao redor dela. Neste dia estava frio, mas bem menos do que estava em Istambul. Nada que uma meia calça, jaqueta e suéter não resolvessem o problema.

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1249

Ficamos observando a preparação dos balões pela equipe das empresas enquanto o dia ia amanhecendo. É tudo muito organizado e parece até cronometrado. Primeiro colocam os cestos no chão e abrem a lona do balão:

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1243

E aí ligam os ventiladores e direcionam o vento para a lona do balão:

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1250

E depois acendem a chama:

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1282

E aí os passageiros começam a subir no cesto. Cada balão leva, em média, 12 passageiros. Acho que no nosso havia 11 pessoas, incluindo o piloto. Confesso que dá um certo medo quando o balão começa a seguir, afinal como diz o Du, a sensação de ter um maçarico enorme sobre sua cabeça não é uma ideia agradável!

Mas logo o medo cede lugar à emoção, curiosidade e aventura!

O balão foi subindo bem devagar e cada vez mais o chão foi ficando distante e o silêncio foi tomando conta.

DSCN2310

DSCN2346

DSCN2362

Neste dia havia 70 balões sobrevoando o céu da Capadócia! Na verdade é o número total, pois cada um voa em horários diferentes (das 6h às 8h). Na hora que estávamos decolando havia balões pousando, alguns na metade do percurso e outros decolando também. Muito lindo ver o céu repleto de balões:

DSCN2364

Na foto abaixo dá para ver as trilhas por onde vão as caminhonetes que seguem cada balão (o piloto do balão se comunica o tempo todo por rádio com o motorista da caminhonete):

DSCN2359

O mais interessante do vôo de balão é que não tem como determinar o trajeto a ser percorrido, pois é o vento que direciona o balão. E, por isso, cada passeio é único!

Mas também na Capadócia o percurso não é o ponto principal, afinal de contas toda a região é deslumbrante. E aí basta deixar o vento fazer o papel dele e apreciar a paisagem:

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1405

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1316

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1376

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1385

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1392

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1418

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1425

E na hora de aterrisar, o piloto vai aproximando o balão da caminhonete e pousa em cima da carretinha presa ao veículo. Deu tudo certo e todos saíram ilesos do balão! rs

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1462

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1474

E depois do pouso o piloto fala como foi o vôo, faz um brinde e abre uma garrafa de vinho branco espumante!

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1499

Nada mal começar o dia com um brinde!!

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1507

E no final, cada passageiro ganha um certificado de vôo, para se lembrar sempre desta experiência única e fantástica!

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1511

Depois do vôo a van nos levou de volta para o hotel e ficamos observando o pequeno vilarejo e o céu azul. Fomos tomar o café da manhã no restaurante do hotel e depois fomos tirar um cochilo no quarto, afinal levantamos muito cedo e merecíamos um descanso.

Levantamos por volta das 13h e partirmos rumo a Göreme, uma pequena vila a poucos quilômetros de Uçhisar. O que não esperávamos é que o céu estaria nublado e que o vento nos faria companhia.

Paramos no caminho para tirar fotos de um mirante. A vista de lá é incrível!

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1582

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1559

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1566

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1574

Lá em Göreme não há muito o que fazer… Há algumas lojinhas de artesanato local, restaurantes e hotéis. Fomos em um restaurante/bar para almoçar e o que nos chamou a atenção neste local é que não há mesa com cadeiras e sim puffs e mesas baixas, com tapetes no chão. Um lugar super agradável e confortável, para ficar horas jogando conversa fora e observar a vida passar! Eu estava com muito frio e o garçon me emprestou um cobertor de lã para me proteger do frio. Aí sim, fiquei fã na hora e não queria sair de lá tão cedo!

Ficamos conversando e bebendo uma cerveja turca, a Efes, que é uma delícia! Aliás, na viagem pela Turquia só tomávamos esta cerveja. Pedimos de entrada uma meze que é um prato com pequenas porções de vários tipos de comida. É muito comum na Turquia e em praticamente todos os restaurantes existe esta opção. É uma ótima maneira de experimentar um pouco de cada coisa mas comer muito e explodir!

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1586

Depois da meze almoçamos e de sobremesa pedi um sorvete de pistache, muito bom! De lá voltamos para o hotel e ficamos na preguiça o resto do dia. Para o desespero do Du (e para noooooossa minha alegria), no quarto não havia televisão! Aí ficamos na área em comum do hotel, onde havia tv e um sofá enorme para ficar jogado curtindo mais preguiça. Aproveitei para andar pelas ruas próximas ao hotel e tirar várias fotos.

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1643

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1638

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1686

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1682

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1698

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1622

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1596

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1594

Viagem Amsterdm e Turquia_2011 1679

À noite queríamos ir jantar em algum restaurante ou bar mas fomos até uma cidade vizinha e já estava tudo fechado – detalhe: não passava das 21:30h! Voltamos pro hotel e não restou outra opção a não ser dormir!

Anúncios
4 comentários
  1. Flávia disse:

    Ual, lindo o passeio de balão. Mas não dá medo do balão bater ou ficar preso entre estas pedras não? rs. E que luxo o brinde no final do passeio, por esta eu não esperava! Que lugar interessante! Mas…. sem jantar por sair 21:30? E ainda foi em outra cidade para isto? Acho que ainda não tem tanta estrutura né?

    Curtir

    • Pois é amiga, o risco existe de ocorrer algum acidente mas é muito difícil. E nosso piloto era muito bom, por isso deu tudo certo! A cidade (na verdade vilarejo) que ficamos não tem muita estrutura mesmo. Mas queríamos um lugar mais diferente e animado, e aí sim não tem mesmo! Lá é um lugar para descansar mesmo.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: