INHOTIM: RESUMO E INFORMAÇÕES ADICIONAIS

Já visitei Inhotim 02 vezes: em outubro do ano passado e em agosto deste ano. E já quero ir de novo para conhecer as galerias recém inauguradas da Lygia Pape e do Tunga!

Para ver os posts das visitas anteriores, clique:

Primeira visita 

Segunda visita

Uma amiga minha me pediu algumas dicas de Inhotim e BH e resolvi compartilhar aqui, já que muitas pessoas têm vontade de visitar o museu e acabam desanimando por saber que Inhotim fica a 60km de BH, na cidade de Brumadinho. Mas visitar Inhotim é o tipo de passeio que dá para fazer em um final de semana e dá para aproveitar bastante. Se conseguir marcar a viagem em um feriado é ainda melhor, pois dá para conhecer um pouco da capital mineira também!

Como chegar:

Para quem sai de São Paulo o vôo até BH dura em torno de 1 hora e chegando lá aconselho alugar um carro, pois o aeroporto fica em Confins (confins do mundo!) e até o centro da cidade o trajeto dura em torno de 45 minutos. Há também o aeroporto da Pampulha que é mais próximo do centro, mas a oferta de vôos para lá é mínima e as tarifas mais altas.

Uma outra forma de ir do aeroporto até o centro de BH é pegar o ônibus do Conexão Aeroporto. Há 02 opções: executivo (com parada no terminal Pedro Álvares Cabral) e a opção comum (com parada na rodoviária). A diferença é que o executivo possui ar condicionado e os ônibus são mais novos e partem em um intervalo de tempo menor. No site da empresa Unir, que é responsável pelos ônibus, tem mais informações: http://www.conexaoaeroporto.com.br/

Hospedagem: 

Não aconselho se hospedar na cidade de Brumadinho, pois além de não oferecer bons hotéis (mentira, tem umas pousadas legais na região!), a cidade é feia e além de Inhotim não há o que fazer por lá. O ideal é ficar hospedado em BH mesmo.

Para quem está com o orçamento mais enxuto vale a pena ficar no Ibis da Avenida do Contorno que foi inaugurado recentemente. Nunca me hospedei lá, mas minha irmã mais nova já ficou e gostou. É o padrão Ibis que todo mundo conhece e não tem erro. E tem também o Ibis da Praça da Liberdade (a praça que mais gosto em BH!), que já me hospedei uma vez e é bom também. Ambos são na região da Savassi.

06

Fontes das imagens: http://www.ibis.com/pt/hotel-7021-ibis-bh-savassi/index.shtml

http://www.ibis.com/pt/hotel-5298-ibis-belo-horizonte-liberdade/index.shtml

Para quem pode pagar um pouco mais sugiro ficar no Mercure da Avenida do Contorno, no bairro de Lourdes. Já me hospedei lá uma vez e gostei bastante. Apesar de ser da mesma rede do Ibis, o Mercure tem os quartos maiores e o café da manhã é bem mais farto.

04

Fonte da imagem: http://www.accorhotels.com/pt/hotel-3575-mercure-belo-horizonte-lourdes-hotel/index.shtml

E para quem não tem limite$ a melhor opção é o Hotel Ouro Minas, que é o único hotel 5 estrelas da cidade. Só não gosto da localização, pois é mais distante da região central de BH. Este hotel costuma fazer promoções para final de semana se a reserva for feita pela internet e vale a pena checar na época da viagem.

Captura de Tela 2012-12-02 às 20.46.54

Fonte da imagem: http://www.ourominas.com.br/

O que fazer em BH:

Para quem chegar em BH na sexta-feira à noite, ainda dá para ir jantar em algum restaurante ou esticar para uma balada.

Se a fome bater e ainda não estiver muito tarde, vá comer uma pizza na Specialli, 68 Pizzeria (também tem em Campinas, mas não é tão boa quanto a de BH) ou Marília Pizzeria. Todas elas ficam na região do bairro de Lourdes e são muito boas. Uma outra opção que amo é o Eddie Burger que tem o melhor milkshake de Nutella e brownie de chocolate que já comi! Há 03 filiais na cidade, mas a mais charmosa é a da rua da Bahia e parece aquelas lanchonetes americanas dos anos 50. Esta unidade fica aberta até às 5 da manhã.

01

Fonte da imagem: http://www.eddieburger.com.br/

05

Fonte da imagem: http://www.68bh.com.br/

Captura de Tela 2012-12-02 às 21.08.20

Fonte da imagem: http://www.mariliapizzeria.com.br/

No sábado de manhã o ideal é sair cedo do hotel e ir para inhotim. No site do museu tem todas as informações e mapas de como chegar até lá (clique aqui). Há poucos carrinhos disponíveis que fazem o transporte interno para as galerias mais distantes e se chegar mais tarde a chance de conseguir um é remota! E se o dia estiver quente e ensolarado, o carrinho quebra um galho enorme!

Inhotim é um lugar para ser descoberto com calma e o ideal é visitá-lo em dois dias. Assim, dá para almoçar sem pressa e ver todas as galerias. Como o parque fecha cedo (às 17:30h nos finais de semana), ainda dá para voltar pro hotel, tirar um cochilo, tomar um banho e aproveitar a noite. Para quem vai nesta época do ano tem que passar na Praça da Liberdade para ver a decoração de Natal que é linda! Este era um programa que adorava fazer durante os 8 anos que morei lá.

No domingo dá para chegar um pouco mais tarde e ver as obras que não foram vistas no dia anterior. Saindo de lá o ideal é almoçar no restaurante Topo do Mundo (que ainda não conheço) e almoçar com uma vista de cair o queixo:

07

E se ainda sobrar um tempinho, vá para a Lagoa da Pampulha e visite as obras do Oscar Niemeyer. A Igrejinha da Pampulha é linda e está aberta a visitação (imperdível!).

BH é tudo de bom e quem vai lá volta apaixonado pela cidade!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: