MARRAKECH: TERCEIRO DIA

A expectativa para o terceiro dia em Marrakech era grande, afinal havia feito reservas para almoçarmos no tão falado hotel 5 estrelas La Mamounia. O local é praticamente um oásis a poucos metros da Praça Djeema el-Fna e lá dentro tudo beira a perfeição.

O hotel foi construído em 1923 e hospedou muita gente famosa, entre eles: Winston Churchill, Franklin Roosevelt, Yves Saint-Laurent, Charlie Chaplin, Sharon Stone, os Rolling Stone, entre outros. Cenas do filme “O homem que sabia demais”, de Alfred Hitchcock, também foram filmadas no hotel. Mas na década de 80 o La Mamounia passou a enfrentar um período de decadência logo após uma mal sucedida reforma. A tentativa de modernizar o hotel acabou descaracterizando-o totalmente e na sequência os hóspedes começaram a não aparecer mais. Em 2006 iniciaram uma baita reforma que custou centenas de milhões de dólares para restaurar o hotel por completo. Desta vez conseguiram renovar o local e ainda resgatar diversos elementos tipicamente marroquinos. Reabriu as portas no final de 2009 com os 136 quartos, 71 suítes e 03 riads totalmente reformulados. Desde então o La Mamounia já aparece no topo das listas dos melhores hóteis de luxo do mundo.

O pórtico de entrada com elementos típicos do Marrocos:

Os funcionários e motoristas do hotel a postos para receber os hóspedes no porte-chochére:

Os carros que os motoristas do hotel vão buscar os hóspedes no aeroporto:

Fomos muito bem recebidos no hotel e um funcionário nos levou até o restaurante que escolhemos para almoçar. A recepcionista nos informou que também poderíamos pagar 50 euros a mais e usar a piscina. Uma pena que não levei meu biquíni! É um preço alto para somente usar a piscina, mas no calor que estava fazendo eu pagaria este valor feliz da vida!

Queria pular de roupa e tudo na piscina enorme:

Há quatro opções de restaurantes: Le Marocain (serve comida típica marroquina), Le Français (serve comida francesa), L’Italien (serve comida italiana) e o Le Pavillon de la Piscine (serve buffet de comidas variadas na área da piscina e foi a nossa escolha). Nada mal almoçar de frente para uma piscina dessas…

Havia diversos tipos de comida: grelhados, frutos do mar, cozidos, salada, comida marroquina, etc. Neste dia a temperatura passou dos 40 graus e por causa do calor nem consegui comer direito.  Mas como havia uma variedade enorme de sobremesa não resisti aos doces maravilhosos. Experimentei o melhor sorvete de todos (pistache e frutas vermelhas) e o melhor creme de pistache do mundo! No final das contas comi mais sobremesa do que o almoço em si.

Após o almoço fomos dar uma volta para conhecer melhor o hotel. Nas proximidades da piscina há um imenso jardim repleto de oliveiras, palmeiras, flores variadas e pés de laranja:

Gostei demais do hotel, um exemplo típico de como aliar elementos da arquitetura e artesanato local sem ser piegas e óbvio. Tenho certeza de que se estivéssemos nos hospedados lá eu estaria APAIXONADA por Marrakech! Lá dentro até me esqueci das minhas desilusões com a cidade! E quer saber porque não ficamos hospedados lá? É muito simples: a diária custa a partir de 460,00 euros! Pois é, este é o preço do glamour! Isto explica porque havia vários hóspedes alemães por lá.

Saímos do hotel e pegamos um táxi para o Jardim Mejorelle. Em Marrakech há dois tipos de táxi: petitgrand taxi. Como o próprio nome sugere, o táxi petit são carros pequenos (e bem velhos porém tarifa mais barata) e o grand táxi são carros maiores (e mais novos com tarifas mais altas). Na hora que entramos no táxi já negociamos com o motorista, pois a maioria deles não liga o taxímetro e ao final da corrida cobram o quanto querem. O primeiro motorista queria cobrar 100 dihrans para nos levar em um grand taxi e negociamos com um motorista que nos levou de petit taxi por 40 dihrans.

O jardim está localizado na parte nova da cidade que é a Nouvelle Ville. No caminho percorremos a muralha que cerca toda a cidade antiga e passamos por alguns portões (babs em árabe) de entrada para a Medina.

O Jardin Mejorelle foi formado entre os anos de 1922 e 1962 pelo pintor francês Jacques Mejorelle. Após a morte do pintor o local ficou abandonado e em seguida foi comprado e totalmente reformado pelo estilista Yves Saint-Laurent.

Inclusive é lá dentro que o corpo do estilista está enterrado:

A cor predominante lá dentro é o azul klein inspirado na cor do macacão usado pelos operários franceses.

Há vários cactus e palmeiras e o verde das plantas forma um belo contraste com o céu azul.

O local não é muito grande e em menos de meia hora conseguimos ver tudo. O bom é sentar em um dos bancos e ficar contemplando a paisagem. Mas como, para variar, estava muito quente e abafado decidimos pegar um táxi e ir pro hotel.

Ficamos na área da piscina tomando cerveja e comecei a me sentir indisposta. Pensei que fosse o calor ou cansaço mesmo, afinal andamos o dia inteiro e fez maid de 40 graus neste dia. Quando escureceu subi pro quarto e vi que realmente não estava bem. De repente comecei a passar muito mal de diarréia e vômito. A madrugada foi bem tensa… E por ironia do destino, fui passar mal justo com a melhor comida da cidade! Antes de viajarmos o namorado da minha irmã mais nova me disse várias vezes que passou muito mal com a comida quando esteve em Marrakech. É Bruno, de tanto que falou acabou acontecendo!

Anúncios
3 comentários
  1. Flavia disse:

    Agora sim o lado bonito, rs. Mas com este calor que disse… até dói. Talvez seja isso que a tenha feito passar mal, e não a comida linda que postou, rs. Mas é terrível passar mal passeando né. Em casa já é péssimo!
    Conta mais!!!

    Curtir

    • Pois é! Marrakech tem seus encantos com certeza, mas com aquele calor infernal tudo fica ruim né. E realmente acho que passei mal por causa do calor mesmo, uma pena.
      Logo logo vou postar sobre o hotel que ficamos!
      Beijos

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: